Rússia pede fim do derramamento de sangue à oposição na Ucrânia

Ministério das Relações Exteriores russo diz que usará sua influência para dar fim aos confrontos em seu 'Estado irmão'

Por O Dia

Rússia - A Rússia exigiu, nesta quarta-feira, que os líderes da oposição na Ucrânia "parem o derramamento de sangue" na capital Kiev e renuncie às "ameaças" e "ultimatos" contra o governo. Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores russo diz que usará sua influência para levar a paz a seu "Estado irmão e amigo".

"A parte russa exige que os líderes (da oposição) parem o derramamento de sangue em seu país, retomem o diálogo imediatamente com as autoridades legítimas sem ameaças ou ultimatos", disse o da Rússia em comunicado. No documento, o Governo russo sugeriu ainda que grande parte da crise se deve aos preparativos de um possível acordo com a União Europeia.

"A Ucrânia é um Estado irmão e amigo, um parceiro estratégico e vamos usar toda nossa influência para que a paz e a calma reinem", afirma o comunicado, sem dar mais detalhes sobre quais medidas a Rússia pretende adotar.

Manifestantes enfrentam a polícia%2C em KievEFE


Últimas de _legado_Mundo e Ciência