Ucrânia alerta sobre uso da força após oposição tentar 'tomar o poder'

'Ainda não é tarde demais para escutarmos um ao outro. Ainda não é tarde para evitar o conflito', declara o presidente

Por O Dia

Ucrânia - O presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, alertou seus opositores nesta quarta-feira de que pode fazer uso da força contra eles, após o que chamou de tentativa de "tomar o poder" por meio de "incêndios e assassinatos". Em um comunicado publicado na Internet nas primeiras horas do dia, enquanto manifestantes lutavam contra a tropa de choque da polícia no centro de Kiev, Yanukovich destacou que havia evitado a violência desde o início dos protestos, insistindo em oferecer o diálogo e a possibilidade de eleições. Mas ele afirmou estar sendo pressionado por conselheiros a assumir postura mais dura.

"Sem nenhum mandato popular, ilegalmente e em violação da Constituição da Ucrânia, esses políticos - se é que posso usar esse termo - têm recorrido a massacres, incêndios e assassinatos para tentar tomar o poder", afirmou o presidente.

Presidente da Ucrânia%2C Viktor Yanukovich faz declaração em KievReuters

"Eu pedi mais uma vez aos líderes da oposição... para rapidamente se distanciarem dessas forças radicais que estão provocando o derramamento de sangue e o confronto com a polícia. Ou, caso eles não queiram fazer isso, deveriam reconhecer que apoiam os radicais. E aí então haverá um tipo de conversa diferente com eles."

"Falando francamente, tenho assessores que estão tentando me convencer em direção a opções duras, ao uso da força. Mas eu sempre considerei o uso da força um erro. Há métodos melhores e mais efetivos - encontrando uma linguagem em comum... Persistentemente pedi às pessoas que evitassem ações radicais. Mas elas não escutaram", disse.

"Eu repito: ainda não é tarde demais para escutarmos um ao outro. Ainda não é tarde para evitar o conflito." Yanukovich reiterou sua predisposição a organizar novas eleições e a aceitar o resultado caso a oposição vença. Mas ele disse que a oposição está presa a uma demanda de tomar o poder imediatamente.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência