Médicos e ambulâncias sem proteção contra vírus ebola

Pessoas que tiveram contato com enfermeira infectada denunciam falhas na Espanha

Por O Dia

Rio - Duas pessoas que tiveram contato com a enfermeira Teresa Romero, 44 anos, infectada por ebola em Madri, Espanha, denunciaram ontem graves falhas na prevenção ao alastramento do vírus, como roupas inadequadas para lidar com a doente e falta de esterilização na ambulância que a tranportou de casa para o hospital.

O médico que tratou dela numa clínica de urgências e que agora está internado em observação, Juan Manuel Parra, 41, enviou relato a dois jornais do país. Ele afirma ter recebido roupas de mangas muito curtas para lidar com a doente. Já o motorista da ambulância e o maqueiro que a levaram de casa ao hospital afirmam ter transportado mais sete pacientes no mesmo dia, depois de Teresa, sem o veículo ser descontaminado.

Parra disse ainda que solicitou transferência de Teresa para um hospital com melhor estrutura, mas só foi atendido cinco horas depois. No Hospital La Paz-Carlos III de Madri, a informação ontem era de piora no estado de Teresa.

Britânico suspeito de ter pego o vírus morreu na Macedônia, ontem, e um segundo está com sintomas. Os dois estavam hospedados num hotel na capital, Skopje. O local foi isolado. Foi descartado o ebola em paciente americano, no Texas, internado na véspera.

Brasil: risco é baixo, mas não é zero

O risco de o ebola chegar ao Brasil permanece baixo, mas não é zero, disse ontem o secretário de vigilância sanitária do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa. Em reunião do Conselho Nacional de Saúde, Barbosa afirmou que a melhor maneira de evitar a entrada do vírus no país é combatendo a epidemia da doença na África Ocidental. Para isso, o governo brasileiro anuncia hoje um novo plano de ajuda humanitária para a região, sobretudo a Libéria, Guiné e Serra Leoa, países mais afetados, que ficam na África Ocidental. Já no próximo dia 16, simulação de um caso suspeito de ebola será feita no Porto de Santos, em parceria com a Anvisa.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência