Nepal: Moradores retornam ao local do terremoto para reconstrução

Estradas foram reabertas ao tráfego e nepaleses retornam para aldeias remotas após série de tremores

Por O Dia

Nepal - Cerca de meio milhão de casas foram destruídas no Nepal no terremoto de 25 de Abril, seguido por vários tremores secundários. Dezenas de milhares de nepaleses voltaram para aldeias remotas para ajudar na reconstrução, incluindo muitos dos mais de 2,2 milhões que vivem no exterior.

Vestido com um velho uniforme do Exército britânico do irmão, Mohan Ghale está reconstruindo pedra por pedra a casa de sua mãe, depois de voltar para a aldeia de Barpak, no alto do Himalaia, devastada pelo terremoto do último mês.

Ghale vinha trabalhando como encanador na capital nepalesa, Katmandu, mas com seu irmão no exterior e o pai num emprego longe da aldeia, coube a ele refazer a casa da família no epicentro do terremoto de magnitude 7,8 que matou 8.633 pessoas em todo o país.

"Eu voltei para reconstruir e para ajudar a minha mãe. Eu tinha de vir", disse Ghale, de 30 anos, que adiou a oferta de um emprego no Japão para retornar aos escombros de sua casa de infância.

Vítima do terremoto corta pedaços de madeira nos escombros de uma casa no vilarejo de BarpakReuters

Na estrada de terra reaberta ao tráfego, num tortuoso trajeto de 60 quilômetros de subida até a casa de Ghale (a 1.900- metros de altura), uma aldeia após outra se encontra em ruínas nas montanhas cobertas de vegetação. Aqui, na região pouco povoada de Gorkha, 440 pessoas morreram no pior desastre natural do país.

Mulheres estão removendo escombros para recuperar pertences, os homens consertam telhados de ferro improvisados, antes das chuvas de monções, e o Exército está construindo uma escola em Barpak para substituir o esqueleto que restou do antigo edifício.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência