Luizinho Drummond é solto

Filho do presidente da escola de samba Imperatriz Leopoldinense estava detido em Belém

Por O Dia

Rio - Luizinho Drumond, filho do presidente da escola de samba Imperatriz Leopoldinense, Luiz Pacheco Drummond, foi solto nesta sexta-feira em Belém (PA). Ele havia sido preso na semana passada na operação Efeito Dominó, que investiga fraudes e jogos ilegais naquele estado da Região Norte, além de Bahia e Rio de Janeiro.

Segundo as investigações da polícia paraense, Drumond liderava esquema de jogatina que faturava até R$ 1 milhão por dia. A quadrilha utilizava equipamentos sofisticados para fraudar apostas ilegais e comprava imóveis em nome de ‘laranjas’ para lavar parte do dinheiro obtido de forma ilegal. A defesa de Luizinho não comentou a prisão nem a soltura do cliente.

A operação, deflagrada nos três estados no último dia 6, prendeu 74 pessoas. Destes, 29 já conseguiram sair da prisão para responder ao processo em liberdade. Luizinho Drumond foi solto ao fim do prazo limite da prisão provisória, que é de cinco dias. Onze dos detidos ainda cumprem prisão preventiva.

Últimas de Rio De Janeiro