Disque-Denúncia divulga cartaz de casal acusado de concretar idosa

Samile Pinto da Fonseca, ao lado de Fábio de Oliveira Furtado, é suspeita de matar a própria mãe em Santa Cruz

Por O Dia

Samile e Fábio estão foragidosDivulgação

Rio - A Justiça decretou nesta quinta-feira a prisão temporária por 30 dias de Samile Pinto da Fonseca, 39 anos, e de seu namorado, Fábio de Oliveira Furtado, 18. Os dois, considerados foragidos, são os principais suspeitos, de acordo com a polícia, do assassinato da mãe de Samile, Sônia Maria Pinto da Fonseca, de 62 anos, mãe de santo conhecida como Vovó Conga. O corpo da aposentada foi encontrado quarta-feira enterrado sob uma camada de concreto, embaixo da pia da cozinha da casa em que ela vivia, em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio. Agentes da Divisão de Homicídios (DH) estão fazendo buscas pelo casal.

Sônia não era vista desde o fim de semana passado pelos vizinhos da Rua Francisca Xavier, na localidade conhecida como Largo do Cristiano, onde morava. O desaparecimento da idosa causou estranheza aos outros moradores da rua, que acionaram a polícia após sentirem um forte mau cheiro que vinha da residência da vítima. O corpo de Sônia Maria Pinto estava enrolado em um lençol e em um edredom no concreto.

Antes, ao ser questionada sobre o paradeiro da mãe, que sempre era vista varrendo a calçada, Samile desconversava e dizia aos vizinhos apenas que ela estava viajando.

Os moradores do local também contaram aos policiais que Samile discutia constantemente com Sônia — ela não aceitava o relacionamento da filha com Fábio, 21 anos mais jovem. No início da noite de ontem, o Disque-Denúncia (2253-1177) divulgou um cartaz com as fotos dos suspeitos de terem cometido o crime. Além do número de telefone, também é possível enviar informações sobre o paradeiro do casal pelo aplicativo de celular WhatsApp do portal Procurados.org: (21 96802-1650).

Últimas de Rio De Janeiro