Arte nos muros de Triagem

GaleRio levará painéis de grafite e reurbanização do entorno da estação de metrô do bairro

Por O Dia

Rio - Um dos principais projetos do núcleo de articulação urbana da Prefeitura do Rio, comandado pelo rapper Marcello Dughettu, o GaleRio chega à sua terceira etapa nesta Sexta-Feira da Paixão. Serão grafitados os muros da Estação de Triagem do Metrô.

O projeto, revelado pelo DIA em novembro passado, pretende transformar os 40 quilômetros da Linha 2 na maior galeria de arte a céu aberto do mundo. Em cada estação serão grafitadas imagens que tenham relação com a região, por grafiteiros também do subúrbio que pretendem mostrar que a arte é um dos muitos caminhos para a inclusão social.

“O decreto Grafitti Rio, o Dia do Grafite e, agora, o GaleRio são provas de que a prefeitura está aberta ao diálogo com os artistas da rua. A iniciativa de criar o GaleRio abre espaço para que os artistas tenham mais locais para expor sua arte, principalmente na Zona Norte. O GaleRio será um legado para toda a cidade”, comemorou Marcello Dughetto.

Grafiteiros utilizam escadas e andaimes para confeccionar os grandes painéis nos muros do MetrôDivulgação

A primeira fase do GaleRio contemplará quatro estações do Metrô. Del Castilho, Inhaúma, Colégio/Coelho Neto já foram tomadas pelos painéis elaborados por mais de 130 grafiteiros, divididos em 13 grupos de dez artistas cada. Airá Ocrespo, Lamarca, Rafo Castro e Anarkia Boladona são alguns dos líderes de equipe envolvidos.

Triagem será a última estação da primeira fase do projeto. Ali, os dois lados do muro serão grafitados pelas equipes de Meton e Airá OCrespo. Este último utilizará pela primeira vez o muro do Hospital do Exército como painel para uma obra repleta de ícones que representam a pátria brasileira. Serão instalados brinquedos e equipamentos de ginástica, com o apoio da Secretaria especial de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida.

Últimas de Rio De Janeiro