Segurança baleado na Linha Vermelha passa por cirurgia

Luiz Claudio dos Santos levou três tiros de fuzil e está no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, no Fundão

Por O Dia

Rio - O segurança Luiz Claudio dos Santos, de 42 anos, levou três tiros de fuzil durante uma tentativa de assalto a um carregamento cigarros da empresa Souza Cruz na Linha Vermelha, na altura de Duque de Caxias, na Baixada, na manhã desta quinta-feira, e passa por cirurgia no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), no Fundão. Ele fazia parte da escolta que acompanhava o caminhão que transportava a carga.

O procedimento permitiu a drenagem de um hematoma na cabeça. Luiz Claudio ainda foi alvejado nas costas e no ombro. Por volta das 18h30, segundo a assessoria do hospital, a vítima passou por cirurgia ortopédica e ainda será submetido a procedimento oftalmológico e uma cirurgia plástica. Na sequência, será encaminhado ao CTI, onde ficará em observação pós-operatória.

PM reforçou o patrulhamento com viaturas e motos na Linha Vermelha em horários de maior movimentoDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

Durante a abordagem dos assaltantes, houve troca de tiros e o caminhão que transportava a carga colidiu. Os criminosos fugiram sem levar nada. Com medo, motoristas que trafegavam pela via pararam seus veículos e tentaram voltar na contramão. Um outro homem que estaria no caminhão da empresa ficou ferido e foi levado para o Hospital Municipal Moacyr do Carmo, em Caxias.

O Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE) foi acionado e faz varredura na região procurando os bandidos. Apesar do assalto em plena via expressa e sem ninguém terminar preso, o comandante do BPVe, tenente coronel Medeiros, informou que o policiamento na Linha Vermelha é realizado por sete viaturas 24 horas na via. No período da manhã, de 5h às 10h, duas motos circulam na via, reforçando o policiamento. Das 17h às 22h o reforço é feito por uma viatura.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio na Delegacia de Roubo e Furtos de Carga (DRFC), que investiga o caso. A especializada solicitou a perícia dos veículos e o motorista do caminhão está prestando depoimento. Outras testemunhas serão ouvidas.

Cabines da PM serão retiradas

Recentemente, a PM anunciou a retirada da maioria das cabines blindadas instaladas nas principais vias expressas do estado. As estruturas, que serão encaminhadas para áreas com Unidades de Polícia Pacificadora (UPP), serão substituídas por patrulhamento fixo de viaturas

Apesar de deixar policiais supostamente mais vulneráveis, o comando entende que a medida pode auxiliar em uma repressão mais rápida aos crimes.As investigações da polícia apontaram ainda que alguns criminosos chegam a se passar por vendedores ambulantes para atacar motoristas.

Em caso registrado em dezembro do ano passado, testemunhas relataram que foram surpreendidos ao tentar comprar um biscoito. Ainda segundo as investigações, os criminosos chegam às pistas passando por aberturas irregulares nas proteções de acrílico que separam a via das comunidades.

Últimas de Rio De Janeiro