Estado deve mais da metade de cachê prometido ao tenista Novak Djokovic

Secretaria de Fazenda diz não haver prazo para quitação do acordado e não informa o valor da dívida com o astro do tênis

Por O Dia

Rio - O governo do estado não pagou nem a metade do cachê que deve, há mais de dois anos, ao tenista Novak Djokovic. Em novembro de 2012, o sérvio, então número um do mundo, atuou em partida de exibição contra o brasileiro Gustavo Kuerten, em evento que lotou o Maracanãzinho.

Responsável pelo pagamento, a Secretaria de Fazenda diz não haver prazo para quitar a dívida e não quis informar o valor do cachê. A pasta, no entanto, reconhece que ainda precisa pagar 60% do total combinado com o atleta.

Guga na rede
Em janeiro do ano passado, Guga falou em “falta de ética” ao comentar o caso no Twitter.

Atraso oficial
Autor da lei que obriga a CCR Barcas a divulgar horários das embarcações, o deputado Comte Bittencourt diz que a empresa arrumou um jeito de institucionalizar seus atrasos. “A concessionária abre os portões para embarque na hora informada, quando, na verdade, a barca já deveria estar partindo.”

Vacas magras
Quem, em outros carnavais, passou pelo camarote do governo do estado na Sapucaí atestou: o bufê já foi mais bem servido, e a lista de convidados, mais extensa.

Itaboraí-Brasília
Trinta e seis operários do Comperj, há três meses sem salários, serão recebidos hoje à tarde no Palácio do Planalto, pelo secretário-geral da Presidência da República, Miguel Rossetto.

Selfie com estátuas
A Secretaria de Conservação vai imprimir retratos de quem posar com monumentos públicos da cidade. A foto será registrada por agentes com uma câmera que permite a impressão instantânea da imagem e, depois, entregue aos interessados. 

Últimas de Rio De Janeiro