Justiça decreta prisão preventiva de empresário acusado de bater na ex

Rafael Hermida poderá ser considerado foragido se oficial de justiça não encontrá-lo em endereços informados no processo

Por O Dia

Rio - O empresário Rafael Hermida, 34, acusado de agredir a ex-noiva, Carolinna Mandin, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça na última sexta-feira. Até esta segunda-feira à tarde, no entanto, o mandado ainda não tinha sido cumprido. A decisão é da juíza Maria Daniella de Castro, do I Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. Rafael poderá ser considerado foragido se o oficial de justiça não conseguir encontrá-lo nos endereços informados no processo. 

Denunciado pelo Ministério Público, o empresário foi indiciado na última quarta-feira pela 15ª DP (Gávea), por lesão corporal. A agressão contra Carolinna teria ocorrido no último 12 de junho, em uma festa no Jockey Club, também na Gávea. Segundo consta no despacho da magistrada, Carolina foi segurada pelos pulsos e sacudida. Em seguida caiu e chegou a perder a consciência. Três testemunhas confirmaram a versão de Carolina. Uma delas, inclusive, contou à polícia que Rafael teria dito à ex-noiva: "Avisa a ela (Carolina) que vai ter revanche".  

O advogado de Rafael, Vicente Donicci, caracterizou a decisão da Justiça de "descabida e bastante exagerada", já que o próprio MP foi contra o pedido de prisão preventiva, justificou. Donicci informou também que já foi feito um pedido de revogação da prisão de Rafael e, se não for concedido, a defesa pretende entrar com um habeas corpus. O advogado não soube informar o paradeiro de Rafael.  

Rafael já responde por uma queixa de lesão corporal. Em abril ele foi acusado de agredir uma pessoa na mesma boate.

A vítima esteve na 15ª DP%2C onde o caso foi registradoCarlo Wrede / Agência O Dia

Empresário que bateu em ex-noiva e agrediu cachorros é indiciado

Empresário que atacou cachorros volta a se envolver em caso de agressão

Mulher instala câmeras em casa e flagra o namorado agredindo suas cadelas


Últimas de Rio De Janeiro