Bando assalta canil e leva dez cachorros de raça

Duas fêmeas estavam prenhas. Prejuízo foi de R$ 50 mil

Por O Dia

Rio - Quatro bandidos deram prejuízo de R$ 50 mil e transformaram a vida de um criador de cães de raça num pesadelo. Fazendo-se passar por clientes, os criminosos roubaram dez cães com pedigree (bulldog francês, spitz alemão e westie) do Canil Seavilles, que fica em Pedra de Guaratiba, Zona Oeste do Rio. O caso foi registrado quarta-feira na 43ª DP (Guaratiba).

“Foi uma crueldade comigo e com os meus cachorros, que não gostam de ficar longe do dono. Dois bandidos ficaram no carro e dois entraram na casa. Um estava armado, me amarrou no banheiro, mas não houve violência”, comenta Amilcar Júnior, 47 anos, dono do canil, que anuncia a venda de filhotes pela Internet. No momento do assalto, ele estava acompanhado de um funcionário que mora no local.

Cão da raça spitz%2C de estimação do dono do canil%2C também levadoReprodução

“Os ladrões levaram também máquina fotográfica, celular, computador, equipamentos de tosa e tesouras novas. Um cliente me ligou no mesmo dia pedindo um filhote de bulldog e eu não tinha. Soube que alguns homens já tinham perguntado sobre mim para vizinhos e, quando cheguei em casa, me renderam”, disse Júnior. Entre as nove fêmeas levadas, havia duas prenhas e seu xodó, um cão spitz alemão.

“Esse tipo de roubo vem aumentando muito, são vários em São Paulo. Eu estou muito triste, amo muito esse cachorro. Quero muito recuperá-lo. Acho que esse tipo de assalto vem aumentando porque cachorro é algo que mexe com o ser, que inspira amor, e todo brasileiro gosta. As pessoas podem roubar pra vender ou para criar. O ladrão rouba um celular caro, mas vende ele barato. Com cachorro não é assim, ele pode lucrar muito”, desabafou o criador.

De acordo com a 43ª DP (Guaratiba), as investigações estão em andamento. "A vítima prestou depoimento e agentes estão em diligências na busca de imagens de câmeras de segurança que ajudem a identificar a autoria do crime", informou.

Em 24 horas, dois ataques à Suipa

Na semana passada, a sede da Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa), no Rio, foi invadida duas vezes em menos de 24 horas. No primeiro ato, os assaltantes roubaram seis filhotes de cachorro vira-latas. Na segunda invasão à instituição, um cavalo deficiente devido a um tiro foi solto e os vidros do centro cirúrgico foram quebrados.

Muitos cães que não são de 'raças caras' estão sendo falsificados. Em sites, quadrilhas vendem falsos yorkshire. Os animais são pintados para enganar os clientes e chegam a ser intoxicados com a tinta.


Últimas de Rio De Janeiro