Polícia faz operação na Maré para tentar prender assaltante de prédio no Leblon

Janderson Honorato da Silva, de 28 anos, não foi encontrado. Por conta da ação, mais de 2 mil alunos ficaram sem aula

Por O Dia

Rio - Policiais da 14ªDP (Leblon) e 11ªDP (Rocinha) realizaram nesta sexta-feira uma operação na Nova Holanda, no Complexo da Maré, para tentar prender Janderson Honorato da Silva, de 28 anos. Ele foi apontado como um dos invasores de um edifício no Leblon, na última terça-feira. Os agentes estiveram na residência do acusado, mas ele não foi encontrado.

Por conta da operação, que também teve apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), quatro escolas, três creches e três Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDI's) da rede municipal de ensino tiveram suas atividades suspensas. Com isso, 2.035 alunos ficaram sem aulas. Já a Secretaria de Estado de Educação informou que o Ciep 326 - Professor César Pernetta também foi fechado, prejudicando 480 estudantes.

VEJA MAIS

Criminosos invadem prédio no Leblon e assaltam pelo menos três apartamentos

Polícia solicita imagens para identificar assaltantes de apartamentos no Leblon

Roubo a prédio no Leblon alerta porteiros e síndicos

A ação dos criminosos aconteceu na tarde da última terça-feira, no edifício localizado na Rua Aristides Espínola. Três imóveis foram invadidos e moradores foram feitos reféns após criminosos se passarem por entregadores e renderem o porteiro. Os bandidos fugiram com dinheiro, joias e quatro laptops. Em depoimento, vítimas dos três apartamentos roubados contaram que o bando a todo momento falava em malotes de dinheiro.

Segundo depoimentos, os bandidos, que chegaram a agredir as vítimas, usavam roupas de grife, luvas, óculos escuros e toucas ninja. O bando revirou os imóveis 302, 401 e 402. Em um dos apartamentos, encontraram R$ 7 mil. De acordo com testemunhas, outros R$ 30 mil também teriam sido levados.

Últimas de Rio De Janeiro