Mais de 2.400 alunos ficam sem aula na Mangueira

Quatro unidades de ensino não abriram as portas nesta quarta-feira por conta da violência na região

Por O Dia

Rio - A situação na região da Mangueira segue tensa desde terça-feira, quando um homem morreu e um policial militar foram mortos num intenso tiroteio na comunidade. Nesta madrugada, um homem também foi encontrado morto, com três tiros, sendo um na nuca. Nesta quarta-feira, por conta desse clima violento, 2.408 alunos estão sem aula no entorno da comunidade da Zona Norte.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, duas escolas e três creches da rede municipal de ensino estão sem atendimento. Com isso, 1.808 alunos estão sem aula. Já Secretaria de Estado de Educação informou que o Ciep 241 - Nação Mangueirense está fechado, prejudicando aproximadamente 600 estudantes.

A Polícia Militar informou que o policiamento nesta quarta está reforçado na região. De acordo com o tenente-coronel Rogério Lobasso, comandante do 4ºBPM (São Cristóvão), viaturas estão fazendo rondas no local para garantir a segurança dos moradores da Mangueira. A Coordenadoria de Polícia Pacificadora também disse que o policiamento segue reforçado na comunidade.

Últimas de Rio De Janeiro