Deputados tucanos marcam reunião para pedir saída de Eduardo Cunha

Situação do presidente da Câmara ficou insustentável, segundo avaliação da maior parte dos integrantes da bancada

Por O Dia

Rio - Os deputados federais do PSDB deverão aprovar, na manhã de terça, o pedido para que Eduardo Cunha (PMDB) se afaste da presidência da Câmara.

A reunião foi acertada em conversa por Whatsapp encerrada no início da noite desta sexta.

Na avaliação da maior parte dos integrantes da bancada, a situação de Cunha ficou insustentável com a apresentação, pelo jornal 'Hoje', da TV Globo, de cópias de documentos que comprovam que ele, a mulher e uma filha abriram contas bancárias na Suíça.

Alguns dos deputados, como Otavio Leite (RJ), insistiram para que a recomendação de afastamento de Cunha fosse feita ainda hoje, mas, no final, a maioria preferiu deixar a decisão final para terça - entre os tucanos há, porém, a certeza de que não há mais como sustentar a presença do peemedebista no cargo.

Apesar da posição que deverá ser tomada, o PSDB ainda acha possível que Cunha defira o início do processo de impeachment de Dilma Rousseff.

Últimas de Rio De Janeiro