Ciclista é assassinado em tentativa de assalto em Niterói

Bruno Fernandes de Oliveira Gomes, de 32 anos, foi atingido no ombro ao se assustar com a abordagem dos bandidos

Por O Dia

O ciclista Bruno Fernando de Oliveira Gomes foi morto em tentativa de assalto em Santa Rosa%2C NiteróiReprodução Facebook

Rio - ‘Não levaram nada do meu filho, mas sim a vida dele. Que Brasil é este que não podemos sair de casa?”. O desabafo é de Roseli de Oliveira Santos, mãe de Bruno Fernandes de Oliveira Gomes, de 32 anos, morto com um tiro no coração na noite de anteontem na Rua Noronha Torrezão, em Santa Rosa, Niterói.

A via é transversal à rua Vereador Duque Estrada, onde mora o prefeito da cidade Rodrigo Neves. No bairro também reside o comandante do 12º BPM (Niterói) coronel Fernando Salema. O assassinato ocorreu a poucos metros de uma cabine da PM, no Largo do Marrão.

Segundo testemunhas, dois homens em uma motocicleta assaltaram uma mulher pouco antes e abordaram Bruno, que passava de bicicleta pelo local. Eles conseguiram fugir. O técnico de informática estava com fone de ouvido e há suspeitas de que ele se assustou com os assaltantes ou que não teria ouvido a ordem de parar.

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí está em busca de imagens de câmeras que ajudem a identificar os criminosos. A prefeitura anunciou reforço de 50 PMs em Santa Rosa. Os agentes vão atuar junto com guardas municipais. Bruno foi enterrado ontem no Cemitério Nossa Senhora da Conceição, no Barreto.