Incêndio atinge passagem subterrânea de estação de trem em Ramos

Barracas de camelôs são destruídas e local fica às escuras

Por O Dia

Rio - Um princípio de incêndio atingiu uma passagem subterrânea na estação de trens de Ramos, Zona Norte do Rio, na madrugada desta quarta-feira. Bombeiros do quartel daquele bairro foram acionados para o local às 4h30. O fogo já foi controlado. Segundo os militares, barracas de vendedores ambulantes foram destruídas pelas chamas. Ninguém ficou ferido.

De grande importância para o bairro que é cortado pela linha férrea, a passagem subterrânea faz a ligação entre as ruas Uranos e Cardoso de Morais, além de ser utilizada por passageiros dos trens e por comerciantes. A SuperVia, que é responsável pelo local, e o Corpo de Bombeiros não informaram quantas lojas foram atingidas.

LEIA MAIS: Passageiros enfrentam estações lotadas no ramal Gramacho

Imagens mostram passagem subterrânea da estação Ramos antes do incêndioWhatsApp O DIA (98762-8248)

Segundo a concessionária, as chamas teriam começado numa lixeira. Embora esteja às escuras, a estação está funcionando. Técnicos fazem o reparo da iluminação no local. Não há previsão para que sejam feitos os trabalhos de pintura, reforma e limpeza. O comando do Grupamento de Polícia Ferroviária (GPFer) disse não ter registro de incêndio na estação.

Nas redes sociais, moradores comentaram o caso. No Facebook, uma internauta identificada como Diana Michaelinchen disse que "não foram todas as barracas queimadas". "Foi 3 pelo o q vi ... a que vende DVD ... a de roupas e o rapaz que faz chaves", escreveu na rede social. Muitas pessoas lamentaram o episódio, como a internauta Naiana N. Rico: "Até onde vai a maldade do ser humano... Senhor! Muitos deviam guardar mercadoria ali!". Também houve quem criticasse a presença de camelôs no local. "Que absurdo! A insegurança só vai aumentar sem a presença dos camelôs!", disparou Salma Ramos. Tatiana Dias disse que é "uma maldade fazer isso com quem tá trabalhando" e outra internauta, identificada como K-rol Assumpção, pediu "a volta da Polícia Ferroviária Federal".

Imagens mostram passagem subterrânea da estação Ramos antes do incêndioWhatsApp O DIA (98762-8248)


Últimas de _legado_O Dia 24 Horas