Final do Festival de Cantigas de Terreiro agita Queimados

Festa das religiões afro-brasileiras reuniu mais de 800 pessoas

Por O Dia

Rio - Queimados viveu um dia de capital estadual das religiões afro-brasileiras: cerca de 800 umbandistas e candoblecistas lotaram, ontem, o 1º Festival de Cantigas de Terreiro, realizado das 14h até 21h, na Casa de Gondomar, no bairro Fanchem. Ao total, foram recebidas 54 inscrições. O primeiro colocado ganhou R$ 1.200 e uma TV de 32 polegadas.

Pai Fabrício (ao centro) comandou o encontro na Casa de GondomarPaulo Alvadia / Agência O Dia

“A competição foi muito acirrada. Teve um nível altíssimo. E o melhor: veio concorrente de Teresópolis, Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Belford Roxo, Niterói...”, comemorou o pai Fabrício, organizador do evento. Ele garante que a segunda edição já está confirmada para o ano que vem. “Queremos mostrar o lado cultural da nossa religião. Precisamos preservar nossas tradições e divulgar o que fazemos, para que se tire definitivamente um estigma negativo que algumas pessoas ainda têm sobre a gente”, afirma.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada