Ludmilla sofre ataque racista na web e diz que vai processar: 'Vou até o fim'

Empresário da cantora, que pediu indenização de R$ 300 mil a Val Marchiori por comentário racista, denunciará caso na DRCI

Por O Dia

LudmillaAg. News

Rio - Após processar a socialite Val Marchiori por comentários racistas e exigir indenização de R$ 300 mil, Ludmilla voltou a sofrer com o preconceito e foi vítima de racismo em seu perfil no Instagram. A denúncia partiu da própria cantora, que fez um desabafo na rede social, na manhã desta segunda-feira.

"Alguma autoridade pode me ajudar a identificar esse homem? Não é a primeira vez que ele faz isso. Já até bloqueei ele, mas ele continua falando essas coisas em outros instas por aí. Que ódio, só quero a justiça e nada mais. Nessa eu vou até o fim", desabafou a cantora ao divulgar imagens de um internauta que a chamou de "criola", "macaca" e "nojenta".

Em resposta ao internauta, Ludmilla disse: "Racista, filho da infeliz. Já não é a primeira vez que você comete esse crime comigo na internet. Agora é questão de honra e vou até o final pra ver você pagar por isso!"

'MAL-ENTENDIDO'

Depois que Ludmilla denunciou o caso, o perfil do internauta no Instagram começou a ser denunciado pelos fãs da cantora. O homem fez um apelo na rede social: "Parem de me denunciar. Foi um mal-entendido". Ele publicou ainda um aviso na rede social, onde explica: "Tudo acontecido foi causado por um pequeno mal entendimento já tive que apagar os (sic) postos para não me confrontarem pessoalmente não me levem a mal abraços".

Ainda assim, o empresário da cantora decidiu formalizar uma denúncia junto à Polícia Civil. Alexandre Baptestini vai nesta segunda-feira à Delegacia de Repressão Contra Crimes de Informática (DRCI), na Cidade da Polícia, no Jacarezinho, Zona Norte do Rio.

Segundo ele, o internauta que fez os comentários racistas já foi identificado por um segurança da cantora, que é policial federal. "Ele a seguia no Instagram e estava falando um monte de besteiras... Como tinha em seu perfil fotos com pessoas conhecidas nossas, ficou fácil descobrir quem ele era", disse Alexandre.

Ludmilla sofre ataque racista na webReprodução Internet

Processo

Ludmilla abriu um processo contra Val Marchiori depois de ter sido alvo de comentários racistas durante a cobertura dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro feita pela RedeTV!. Comentarista da transmissão, Val criticou a fantasia da funkeira e disse que seu cabelo parecia uma "esponja de aço".

Jorge Moreira da Costa Junior, advogado de Ludmilla, falou sobre o caso: "Minha cliente pede uma indenização de R$ 300 mil além de uma retratação em público. Afinal, ela foi ofendida em um meio de comunicação de massa. Caberia até uma ação criminal, mas Ludmilla resolveu deixar de lado. Mas é claro que a gente espera pela condenação da Val".

Com informações do iG

Últimas de Rio De Janeiro