Professores da rede estadual decidem manter greve

Paralisação já dura quatro meses. Após assembleia, eles seguiram em direção ao Maracanã

Por O Dia

Rio - Mais de mil profissionais da rede estadual de educação decidiram manter a greve da categoria, que já dura quatro meses. A assembleia foi realizada na quadra do Clube Municipal, na Tijuca, na Zona Norte, na tarde desta quinta-feira. Os servidores querem a volta do calendário de pagamento de salários para o segundo dia útil do mês (atualmente, o Estado está pagando no 10º dia útil), reajuste de 30%, um terço da carga horária reservado para atividades extra classe, entre outas reivindicações.

Professores da rede estadual decidiram manter greve%2C que já dura quatro mesesReprodução Facebook / Sepe RJ

Após a assembleia, os profissionais seguiram em passeata até o entorno do Maracanã. Por volta das 17h20, eles interditaram a Rua Professor Eurico Rabelo. De acordo com o Centro de Operações, os motoristas encontram retenções nas vias da região.

Corte de pontos

O Estado está descontando os dias não trabalhados dos grevistas. A medida foi autorizada, no mês passado, pelo Tribunal de Justiça e os servidores receberam seus salários nesta quinta-feira com os valores reduzidos por causa dos descontos.

Últimas de Rio De Janeiro