Homem mata a filha e depois se enforca em Belford Roxo

Agente penitenciário matou Daiane por não aceitar fim do relacionamento com a mãe da menina, com quem tinha caso extraconjugal há 15 anos

Por O Dia

Daiane Mariano%2C 14 anos%2C foi morta pelo pai em Belford RoxoReprodução Facebook

Rio - Um agente penitenciário aposentado matou a filha de 14 anos com um tiro na cabeça na Rua Despachante Romualdo, no bairro Parque Afonso, em Belford Roxo, Baixada Fluminense, na noite desta quarta-feira. Depois, Dário de Oliveira e Silva, de 70 anos, se enforcou. A mãe de Dayanne Mariano de Azevedo e Silva foi quem encontrou os corpos horas depois. Ela faz aniversário hoje e o ex-amante definiu a data para cometer o crime.

"Ele disse que ela não iria comemorar o aniversário dela e que lembraria a vida toda do que ele iria fazer. Ele planejou tudo, foi proposital", disse o delegado Evaristo Pontes, da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), especializada que investiga o caso.

Dayanne era fruto de um caso extraconjugal mantido há mais de 15 anos por Dario, que era casado, e a mãe da menina.

"A mãe da menina terminou o relacionamento com ele, que não aceitava. Há dois dias ela esteve na Deam (Delegacia da Mulher)  de Belford Roxo para prestar queixa contra ele por ameaças e agressão", contou Pontes.

De acordo com Pontes, a mãe de Daiane chegou a ser levada para a DHBF para prestar depoimento, mas não tinha condições emocionais. "Ela foi para a delegacia, mas não tinha condições de falar, tinha acabado de encontrar a filha morta. Vai ser marcado um novo depoimento."

Segundo o delegado, uma perícia vai determinar se Dario morreu somente por conta do enforcamento "Tinha muito sangue no local. Ele estava pendurado enforcado, mas pode ser que tenha atirado nele também", falou.

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Dario de Oliveira e Silva era inspetor de segurança e administração penitenciária aposentado desde 2014. Ele exerceu a profissão por 34 anos.

Amigos lamentam nas redes sociais

Na página de Dayanne no Facebook, vários amigos lamentaram a morte da jovem. Um primo da adolescente escreveu uma mensagem não querendo acreditar no que aconteceu.

"Minha princesa, agora é meu anjo, Dayane volta pra gente por favor estamos te esperando eu sei q vc ainda está aqui volta logo não estamos mais aguentando (sic)", desabafou. 

"Que isso, não da pra acreditar. ???? Que Deus conforte os corações dos familiares, e dos amigos, espero que esteja em um bom lugar minha princesa Linda ????????
#eternaDaay????????", postou uma amiga. 


Últimas de Rio De Janeiro