Vereador de Iguaba Grande é preso por suspeita de homicídio

De acordo com a polícia, a prisão temporária de 'Jeffinho do Gás' foi necessária para a continuidade das investigações

Por O Dia

Rio - O vereador de Iguaba Grande Jefferson Ferreira Martini, de 34 anos, mais conhecido como Jeffinho do Gás, foi preso na Ponte Rio Niterói, no sentido Rio, na tarde deste sábado. A prisão temporária foi feita por policiais da Divisão de Homicídios de Niterói (DHNSG) em conjunto com o Ministério Público do Rio (MPRJ) e o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO).

Jeffinho do Gás foi preso neste sábado enquanto passava pela Ponte Rio NiteróiReprodução Facebook

O vereador é suspeito de ser o mandante do assassinato do empresário Carlos Henrique, o Cariri, de quem estaria comprando um terreno em Araruama. A motivação do crime seria conflito de interesses entre as partes. 

A prisão temporária de Jefferson, válida por 30 dias, foi obtida junto ao Juízo de Direito da Comarca de Iguaba Grande. 


Últimas de Rio De Janeiro