Ataque racista a sírio em Copa

Vídeo mostra homem expulsando vendedor de esfirras do local

Por O Dia

Rio - O vídeo de um ataque racista contra um refugiado sírio Rami Sh, que vendia quitutes árabes, na esquina da Av. Nossa Senhora de Copacabana com a Rua Santa Clara, em Copacabana, ganhou as redes sociais e gerou revolta entre internautas. As imagens mostram um brasileiro com dois pedaços de pau nas mãos gritando enlouquecidamente para o estrangeiro: “Saia do meu país! Eu sou brasileiro e estou vendo meu país ser invadido por esses homens-bombas, que esquartejaram, mataram crianças e adolescentes”. Ameaçado pelo homem, o vendedor é obrigado a deixar o local.

Nas redes sociais, internautas se solidarizaram e pediram desculpas pelo comportamento do agressor. “Nunca tinha acontecido isso. Somente esse comerciante me atacou. Não deixei me abater e voltei a trabalhar. Somente mudei de esquina para não encontrá-lo novamente”, contou Rami.

O presidente da Comissão de Direito Penal da OAB, Breno Melaragno, avalia que a gravação mostra crimes de injúria racial e ameaça. O delegado da 12ª DP, Gabriel Ferrando, disse que sabia do vídeo, mas que a vítima não registrou queixa, o que é preciso para iniciar a investigação. 

Últimas de Rio De Janeiro