Exame pode esclarecer de onde partiu tiro que matou estudante em Brás de Pina

Armas apreendidas de PMs serão periciadas

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil informou que as armas utilizadas pelos PMs na perseguição que terminou com a morte da estudante Márcia Alice Dias, de 17 anos, foram apreendidas e encaminhadas para a perícia. Segundo nota da instituição, os policiais militares já foram ouvidos na Divisão de Homicídios (DH) da capital, que investiga o caso, assim como o namorado da vítima, que estava com ela no momento do crime.

Márcia Alice Dias, de 17 anos, estudava Química na UnigranrioReprodução Internet

Márcia Alice Dias foi baleada durante tentativa de assalto, na noite de sexta-feira, em Brás de Pina, na Zona Norte do Rio. Os investigadores da DH buscam imagens de câmeras de segurança da região que possam esclarecer o caso.

A jovem, que cursava a faculdade de Química na Unigranrio, chegou a ser socorrida no Hospital Estadual Getúlio Vargas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no sábado. Na manhã de ontem, ela foi enterrada no Cemitério de Irajá. Parentes e amigos acompanharam o sepultamento. No Facebook, a direção do Colégio Franklin Carneiro, na Penha, onde Márcia estudou, postou um comunicado em solidariedade à família. 'Não temos nem como imaginar a dor que vocês estão passando. Nossas orações estão com vocês', diz o texto.

Nos comentários na rede social, tristeza, revolta e palavras de conforto à família. 'Mais uma vítima dessa guerra urbana. Que Deus dê muita luz e coragem aos amigos e familiares', escreveu Lucia Sandonato. Prima da vítima, Alice Bertolo postou um desabafo: 'Só desejo que a justiça seja feita, apesar de saber que nada trará minha Márcia de volta'.

DINÂMICA DO CRIME

Segundo relato do namorado da vítima à polícia, o casal voltava para casa num Gol branco, na noite de sexta-feira, quando foi abordado por bandidos. O namorado conseguiu fugir da tentativa de assalto, mas seu carro passou a ser perseguido pelos assaltantes.

Policiais militares viram a ação e foram atrás dos dois veículos. Momentos depois, o rapaz contou ter ouvido dois disparos e percebeu que Márcia tinha sido atingida nas costas. De acordo com a assessoria da Polícia Civil, o homicídio aconteceu na Rua Aracóia, no bairro de Brás de Pina. A investigação do caso está em andamento.

Últimas de Rio De Janeiro