Quiosques de Copacabana à espera de reservas para festa de Réveillon

Algumas unidades reclamam da baixa procura. Pacotes com bebida e comida custam a partir de R$ 350

Por O Dia

Rio - Palco de uma das maiores festas do mundo, a Praia de Copacabana coleciona dezenas de propagandas nos quiosques para o show de Réveillon. Opção para quem quer curtir a festa com mais conforto, as reservas, com bebida e comida incluídas, estão abertas a partir de R$ 350 por pessoa. Mas ao contrário dos últimos anos, a poucos dias do evento, as vendas estão abaixo do esperado.

A responsável por um quiosque em frente à Avenida Princesa Isabel, que preferiu não se identificar, revelou ainda não ter negociado nenhum pacote para a virada de ano. As reservas, ao preço de R$ 350, foram abertas há dois meses. Em outros anos, os lotes esgotavam até 15 dias antes do evento. Nos últimos 27 anos, período em que ela segue à frente da unidade, o valor que será cobrado para essa virada é o mais baixo das edições anteriores. O pacote inclui buffet, bebidas, segurança e DJ, das 20h de 31 de dezembro até 2h de 1º de janeiro. "Ninguém tem dinheiro, os hotéis estão todos vazios. Vai ser o pior Réveillon da minha vida", lamentou.

Nos quiosques da Brahma os preços variam de R%24 440 a R%24 690 Luiz Ackermann / Agência O Dia

O Cantinho Cearense é um dos poucos espaços que não tem do que se queixar em relação às reservas. A movimentação melhorou nos últimos dias, e o quiosque, próximo ao Copacabana Palace, já vendeu mais da metade dos 170 lugares. O primeiro lote acaba hoje, às 12h, com o valor de R$ 400. Após o prazo, o preço sobe para R$ 500. Responsável pelo quiosque, Mário Lobo tem a explicação para o baixo número de vendas nos dias que antecedem o Ano Novo. "O brasileiro faz tudo de última hora".

A distância para o palco, que ficará em frente ao Copacabana Palace, não influencia diretamente nos preços. Uma opção logo atrás do espaço da festa, mas com boa visão para a queima de fogos, é o Deck Zero Nove. De 21h até 3h, os clientes que desembolsarem R$ 450 terão direito a drinks diversos, buffet de crepes e rodízio de petiscos. O quiosque aceita pagamentos em dinheiro e em cartão, e neste há a opção de dividir em até três vezes.

A Brahma tem sete unidades espalhadas pela orla e cobra preços variados para o seu evento da virada de ano, de 21h às 4h. O convite para o espaço lounge, com pufes e sofás, sai entre R$ 440 e R$ 590. Já a compra de cadeiras marcadas vai de R$ 540 a R$ 690. As reservas podem ser feitas no site reveillonchoppbrahma.com.br.

Cantinho do Cearense%2C próximo ao Copacabana Palace%2C já vendeu metade dos 170 lugares para o eventoLuiz Ackermann / Agência O Dia

A festa em Copacabana, com o tema 'Abraço', contará com sete shows e uma queima de fogos de 17 minutos. A principal atração musical é Anitta, que sobe ao palco após o espetáculo pirotécnico. As baterias da Portela e da Mocidade encerram a noite. A prefeitura espera receber 2 milhões de pessoas.

Ocupação em hotéis de até 95%

?Apesar das reclamações de funcionários dos quiosques sobre a baixa procura para o Ano Novo, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) anuncia que a cidade já está repleta de turistas, com estimativa de ocupação hoteleira até 95%. A média geral da cidade está em 83%, número que representa quase 20 pontos percentuais a mais que os 64,15% do mesmo período no ano passado. Na passagem de 2016 para 2017, a ocupação ficou na casa dos 85%.

A região mais procurada é Copacabana/Leme, que já garantiu 92% das reservas para o Ano Novo. Houve pequena queda nos últimos dias nos demais bairros da Zona Sul, nas regiões Ipanema/Leblon e Flamengo/Botafogo, onde a ocupação se aproxima de 90%.

Os hotéis da Barra e de São Conrado apresentaram um aumento considerável nesta semana. Até o dia 23, apenas 57% das vagas para o período entre 30 de dezembro e 1º de janeiro estavam preenchidas, mas a porcentagem saltou para 81%.

A situação mais crítica é a do Centro, que está com 65% dos hotéis ocupados. Embora o número seja baixo, as reservas aumentaram em relação à pesquisa anterior da ABIH, que previa 52%.

Procon autua quatro estabelecimentos 

?Quatro quiosques foram autuados nesta terça-feira, na Praia do Recreio, pelo Procon Estadual do Rio. Ao todo, foram descartados 8,4 kg de produtos impróprios ao consumo. A ação faz parte da Operação Show da Virada, que fiscaliza as unidades nas praias onde estão previstas festas de Réveillon.

Os fiscais vistoriaram sete quiosques na Avenida Lúcio Costa. Em uma das filiais do Estação 12, por exemplo, foram inutilizados 2,6 kg de linguiça calabresa vencida e 2 kg de produtos sem especificação de validade. Não foram encontradas irregularidades nos quiosques: Marimar, Sutil e Katukas.

A operação já vistoriou 59 estabelecimentos, dos quais 37 foram autuados, desde o dia 11 de dezembro. Mais de 45 kg de produtos impróprios foram descartados.

Ainda na manhã de ontem, a prefeitura demoliu uma construção irregular na areia da praia de São Conrado, no posto 13. O 'puxadinho' seria supostamente construído por um barraqueiro para festa de fim de ano.

Reportagem do estagiário Guilherme Bianchini, sob supervisão de Angélica Fernandes

Últimas de Rio De Janeiro