Se essa rua fosse minha...

Empresários do Polo Jardim Icaraí pretendem fechar a R. Leandro Motta. Já os moradores querem fiscalização

Por O Dia

Um dos trechos mais movimentados do Polo Gastronômico do Jardim Icaraí, a Rua Leandro Motta está bem disputada. Os comerciantes da região lutam por um projeto que prevê o fechamento da via para trânsito de veículos. A novidade agrada empresários e frequentadores da área, mas os moradores… Eles querem mesmo é mais fiscalização.

Claudia precisa ligar o ar condicionado para inibir um pouco o barulho Maíra Coelho / Agência O Dia


Presidente da Associação do Polo Gastronômico do Jardim Icaraí, Adalberto Caveari explica que a ideia é oferecer mais lazer e comodidade aos frequentadores. “O trecho já é fechado aos domingos. Queremos ampliar isso com um projeto moderno e mais organizado”, conta.

Em nota oficial, a prefeitura afirmou que não há previsão de fechamento da rua, mas sim “ordenação do espaço urbano com trânsito com velocidade reduzida”.
Mas e quem mora por ali, o que acha disso? Presidente da Associação de Moradores e Amigos do Jardim Icaraí (Amaji), Carlos Koehler diz que os moradores gostam do lazer da região, mas a reclamação é unânime: estacionamento irregular. “Além do barulho na madrugada, os carros estacionados em frente às garagens são as maiores queixas que recebo aqui”, revela.

Claudia Franceschini mora na Rua Nóbrega há oito anos e explica que os moradores não são contra o fechamento da rua, mas exigem mais atuação dos fiscais de postura. “Os taxistas fazem ponto em frente às garagens dos prédios. Isso é um absurdo”, comenta.

A prefeitura informou que a NitTrans vai intensificar a fiscalização do estacionamento irregular na região.

Últimas de Rio De Janeiro