Cuidado com a osteoporose

Doença afeta cerca de 10 milhões de pessoas no Brasil

Por O Dia

Segundo a Fundação Internacional de Osteoporose, cerca de 10 milhões de brasileiros sofrem atualmente da doença, que é mais perigosa nos idosos. Cada vez mais é preciso ficar atento, principalmente porque o problema é silencioso e progressivo, coisa típica da terceira idade.


Dr. Ronaldo Novais diz que a densitometria óssea minimiza os efeitosRENATO FONSECA


Renildes Santana, 80 , mora no bairro São Bento, em Duque de Caxias e sofreu um acidente dentro de casa há seis meses. Com os ossos frágeis devido à osteoporose, ela fraturou o fêmur e teve de ser operada para poder voltar a andar.

“Mesmo tomando todos os cuidados, é necessário estar atenta, fazer exames e visitar o médico periodicamente ”, alerta a filha, Vânia Dias.

Ronaldo Novais, chefe do serviço de Ortopedia do Hospital Daniel Lipp (rua Conde de Porto Alegre, 271, Jardim 25 de Agosto, Duque de Caxias, tel.: 3672-8700) chama atenção ao diagnóstico precoce da doença. “O exame de Densitometria Óssea pode ajudar a minimizar os problemas decorrentes da osteoporose e melhorar a qualidade de vida do idoso, pois a predisposição genética é um fator importante para a detecção da doença”, explica.

Últimas de Rio De Janeiro