Festa para os melhores do Carnaval

Troféu Tamborim de Ouro, do DIA, premiou os vencedores de 12 categorias na quadra da Mangueira

Por O Dia

Viviane Araújo ganhou como Musa da AvenidaDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

Rio - O Palácio do Samba abriu suas portas para o prêmio mais popular do Carnaval: o Tamborim de Ouro, realizado em sua 19ª edição pelo DIA. A entrega dos troféus aos vencedores das 12 categorias foi feita no sábado, em uma grande festa na quadra da Mangueira, reunindo personalidades de diversas escolas. O destaque foi para Viviane Araújo, rainha de bateria do Salgueiro, que faturou pela sexta vez o troféu de Musa da Avenida.

“O diferencial desse prêmio é o voto popular. Esse é o meu termômetro, o que me move. Mais um ano me elegeram a musa da Sapucaí”, diz a bela, ressaltando seus 21 anos de história no Carnaval carioca.

A Vermelha e Branca da Tijuca, que apresentou o enredo ‘A Ópera dos Malandros’, também conquistou o hexacampeonato do Tamborim de melhor escola.

O DIA fez ainda um prêmio especial a mais oito estrelas do Carnaval, como o casal de mestre-sala e porta-bandeira da Beija-Flor, Claudinho e Selmynha Sorriso, pelos 25 anos de Avenida.

No voto popular, a anfitriã Verde e Rosa ganhou em três categorias: Voz da Avenida, com o intérprete Ciganerey premiado, Bateria Show (Rodrigo Explosão e Vitor Arte) e Enredo Maravilha, em homenagem à Maria Bethânia, com o estreante Leandro Vieira.

“O Tamborim de Ouro, que O DIA promove, reconhece a importância do Carnaval, que é a maior festa do mundo”, declarou Chiquinho da Mangueira, presidente da escola, que festejava o sucesso da Verde e Rosa com o público. “Vencer em três quesitos nos dá certeza de que estamos no caminho certo”.

Para Leandro Vieira, o Tamborim é o termômetro da aprovação do público. “É um sinal de que o povo reconheceu nosso trabalho, uma homenagem à cultura brasileira. O povo entendeu a mensagem. Ano que vem quero ganhar de novo”.

O vice-presidente do Salgueiro, Alexandre Couto, celebrou o hexa da escola: “Nos dá ainda mais motivação para ganhar ano que vem”.

Vitória pelo voto popular

Entre os vencedores eleitos pelo povo, ganharam o Império Serrano no quesito Escola de Ouro (Série A); Cordão da Bola Preta como melhor bloco e o Salgueiro ainda abocanhou o Samba do Ano. O troféu Casal Nota Dez foi da Imperatriz, com Rogério Dornelles e Rafaela Theodoro; Alegorias e Adereços foi a Portela; Comissão Sensação (Comissão de Frente) a União da Ilha, e as baianas da Unidos da Tijuca venceram na categoria Roda Baiana.

O prêmio especial, uma homenagem do DIA às personalidades da Avenida, exaltou a rainha de bateria da Portela, Patrícia Nery, como a estrela de Madureira. “O prêmio dá luz ao pessoal que trabalha o ano inteiro com o Carnaval”, diz ela.

Selmynha Sorriso comemorou a homenagem pelos 25 anos de Avenida ao lado de Claudinho. “É o reconhecimento do respeito e união que nós temos e de um trabalho de muita dedicação.”

“O Tamborim chega à sua 19ª edição mantendo o compromisso de ser a premiação mais democrática do Carnaval carioca. Como grande novidade, a partir deste ano, a festa passa a ser na quadra da escola campeã, e agradecemos à Mangueira pela receptividade e parceria”, declarou o diretor comercial do DIA, Daniel Alva. O prêmio tem patrocínio da Tim e do Prezunic.

Últimas de Diversão