Vídeo mostra comércio de drogas à luz do dia na Lapa

Ação acontecia em ruas movimentadas do bairro. Operação desarticulou quadrilha que agia na região

Por O Dia

Rio - Um vídeo divulgado nesta segunda-feira pela Polícia Civil e a Operação Lapa Presente mostra a ação de traficantes na Lapa. As imagens mostram a intensa venda de drogas em ruas movimentadas como a André Cavalcante. Estabelecimentos comerciais, de acordo com a polícia, eram usados como ponto de referência para a negociação de compra e venda de entorpecentes entre traficantes, alguns deles menores de idade. Uma operação desarticulou a quadrilha na manhã desta segunda-feira

A maior quadrilha de traficantes de drogas da Lapa foi desarticulada durante operação de policiais da 5ª DP (Centro) e agentes da Operação Lapa Presente. Na ação, batizada de Arcos II e que aconteceu na Rua André Cavalcante e na Ladeira do Castro, seis suspeitos foram presos e cinco menores, apreendidos. Seis pessoas — dois adolescentes e quatro maiores — estão foragidos, entre os quais, Érika Rabello, de 31 anos, apontada como chefe da quadrilha ao lado de Victor Fabiano Cavanha, 21, preso ontem.

O bando, que foi monitorado, fotografado e filmado por câmeras durante três meses, agia em plena luz do dia e lucrava entre R$ 30 mil e R$ 50 mil por semana com a venda de drogas. Nas imagens feitas pelos policiais, os criminosos passam a droga e o dinheiro da venda de mão em mão, mas sem chamar atenção. Em algumas ocasiões, agiam na porta de bares e lanchonetes.

Em uma das imagens, Victor Fabiano aparece recebendo dinheiro de um menor que acabou de vender um pacote de droga. “Victor e Érika gerenciavam o grupo. Eles ficavam em bares e lanchonetes, vendendo pouca quantidade, porém, em alta rotatividade. Para dificultar a ação da polícia, escondiam as drogas em bueiros, buracos de muros e embaixo de carros”, comentou o delegado titular da 5ª DP (Centro), Marcos Oliveira.

Policiais prenderam seis pessoas e apreenderam cinco menores na ação Arcos II%2C desencadeada nesta segundaDivulgação

Segundo ele, a droga vendida na Lapa viria do Morro do Fallet, em Santa Teresa, onde há uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). “Conseguimos uma autorização judicial para filmá-los. Embora neguem a ação, as imagens dizem tudo. Essa droga vinha de uma comunidade ocupada pela polícia. Desbaratamos a maior quadrilha de drogas da Lapa”, afirmou. “Em um ano tivemos uma redução de 60% no tráfico da região. Das cinco bocas de fumo da área, essa é a quarta que fechamos”, completou o delegado adjunto Marcelo Carregosa.

Material apreendido foi apresentado nesta segunda-feiraDivulgação

Trinta e três policiais civis e 21 PMs participaram da ação. Numa casa da Ladeira do Castro, usada como esconderijo, foram presas quatro pessoas. Ao todo, foram apreendidos 210 papelotes e um pacote de 300 gramas de cocaína, 398 trouxinhas e um pacote de 130 gramas de maconha, oito gramas de crack, 11 vidros de cheirinho da loló, R$ 1.013 em espécie, faca, computador, balanças e celulares. Além de Victor, foram presos Igor da Silva Minervina, 20, Maurício Gomes Ferreira, 42, Pablo Torres de Araújo, 18, Ramires da Silva dos Santos, 23, e Sônia Regina da Silva, 58. Todos serão indiciados pelo crime de tráfico de drogas.

Últimas de Rio De Janeiro