Saae divulga medidas para evitar crise do abastecimento de água em Barra Mansa

Empresa vai promover grande campanha incentivando consumo consciente e sustentável de água

Por O Dia

Rio - O Saae BM (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Barra Mansa), divulgou nesta quarta-feira (27), uma série de novas medidas para garantir o consumo humano per capta de água à população e evitar colapso no abastecimento do município. Entre as ações, está o aumento da pressão de água na rede de tubulações para intensificar o volume distribuído aos moradores. A autarquia também vai promover uma grande campanha incentivando o consumo consciente e sustentável de água.

“Dos quatro reservatórios do Rio Paraíba do Sul, dois já estão usando o volume morto. Além das iniciativas técnicas e administrativas que o Saae BM está tomando para evitar o desabastecimento, é preciso que a população colabore e economize água”, disse Horácio Pereira, presidente do Saee. Por determinação do prefeito Jonas Marins, todos os prédios públicos municipais (postos de saúde, escolas, CRAS etc.) terão que economizar o consumo de água. As secretarias municipais de Administração e de Saúde já estudam a instalação de sistemas de captação de água da chuva para reaproveitamento no prédio do Campla (Centro Administrativo Municipal Prefeito Luiz Amaral), no Hospital da Mulher e nas UPA’s Centro e Região Leste.

De acordo com Horácio, desde janeiro de 2013 a autarquia vem promovendo ações técnicas para garantir o abastecimento de água na cidade. “Investimos na melhoria da distribuição, com a compra e instalação de bombas tipo buster nos finais da rede de tubulação. Reformamos o captador fixo de água da Estação de Tratamento (ETA Nova) do Parque da Cidade, responsável pelo abastecimento de 80% da população. Também reformamos e lançamos no Rio Paraíba do Sul um captador flutuante, que consegue captar água mesmo com o nível do rio baixo”, revelou o diretor executivo do Saae BM.

A autarquia também fez vários remanejamentos na rede de distribuição como, por exemplo, no bairro Vista Alegre. Para evitar o desabastecimento de uma das regiões mais populosas do município, com cerca de 40 mil moradores, o Saae BM injetou na rede do bairro uma adução direta de abastecimento proveniente da ETA Nova e aumentou a pressão de água na tubulação. “A barragem da Vista Alegre está com apenas 30% da capacidade. Com essa manobra na rede, conseguimos garantir o abastecimento direto para 95% dos moradores da localidade. Os outros 5% estão sendo atendidos com carros-pipas”, explicou Horácio, lembrando que existem 59 mil ligações de água no município.

Últimas de _legado_O Dia no Estado